Veja os salários das 15 profissões de TI mais valorizadas em 2013

image_pdfimage_print

__710599.png.small

Desenvolvedores de aplicações móveis e engenheiros de redes wireless estão entre os cargos que terão os maiores reajustes neste ano

Alguns cargos de TI estarão em alta em 2013 e terão reconhecimento das empresas, segundo projeções da Robert Half, consultoria em RH, especializada em TI. Entre os que terão os maiores reajustes salariais estão os desenvolvedores de aplicativos móveis e engenheiros de rede sem fio, que podem esperar um aumento de 9% e 7,9% nos ganhos, respectivamente.

Estudo da Robert Half analisou 70 posições para o seu guia anual com os salários do setor nos EUA. No geral, a remuneração base para os profissionais de TI deve crescer uma média de 5,3% no ano que vem. Veja nos quadros a seguir as 15 profissiões que vão acumular os maiores reajustes entre 2012 e 2013. Os valores são para ganhos anuais.

Os valores apurados pela Robert Half levam em consideração apenas os salários base. Fatores como experiência de mercado, bônus, benefícios, gratificações e planos de aposentadoria não foram incluídos na pesquisa.

Mercado brasileiro 

No Brasil, a falta de mão de obra especializada continuará contribuindo para supervalorização dos bons talentos. Entretanto, em 2013 os aumentos serão bem menos generosos do que os índices registrados entre 2010 e 2011, quando os salários de TI foram inflacionados e tiveram reajustes acima de 10%.

Para 2013, as consultorias preveem reajustes para TI entre 6% e 7%, de acordo com a inflação. Entre os cargos que serão mais valorizados estão os especialistas em internet, os arquitetos de sistemas e os profissionais com domínio em infraestrutura.

Lucas Toledo, gerente de TI da Michael Page, consultoria em RH, destaca que o crescimento de e-commerce no Brasil aumentou a demanda das empresas por talentos com habilidade em internet. As companhias têm buscando arquitetos de sistemas, especialistas em marketing digital, web designer e também profissionais com conhecimento em cloud computing e virtualização.

Esses talentos aparecem entre os mais valorizados e acordo com o “Estudo de Remuneração 2012/2013” realizado pela Michael Page no Brasil. Foram avaliados os salários de profissionais de diversos segmentos, incluindo a área de TI.

O levantamento traz a remuneração de 42 cargos do setor, levando em consideração a média de salários pagos por empresas pequenas (que faturam até 100 milhões de reais), médias (com receita entre 100 milhões de reais e 500 milhões de reais) e grandes (com movimento acima de 500 milhões de reais).

Além das remunerações na região Sul e nos mercados de São Paulo e Rio de Janeiro, o estudo da Michael Page constatou que o Brasil é o que paga os melhores salários na América Latina por conta da economia favorável e por ser um dos mercados emergentes que mais atraem negócios no momento atual.

No caso do CIO, o executivo brasileiro recebe entre 9 mil reais e 20 mil reais, dependendo da sua experiência e porte da empresa onde trabalha. No México, o profissional que ocupa o mesmo posto recebe entre 8 mil reais e 15 mil reais. O mercado argentino paga para esse cargo entre 6,5 mil reais e 8,5 mil reais; enquanto que no Chile esse talento tem remuneração entre 8 mil reais e 14 mil reais.

Na comparação dos ganhos do analista sênior de sistemas, os salários são os seguintes: Brasil paga entre 3,5 mil reais e 6 mil reais; México entre 6 mil reais e 9 mil reais; Argentina entre 4,5 mil reais e 5,5 mil reais; Chile entre 4,5 mil reais e 7,5 mil reais.

Veja nos quadros a seguir como estão os salários dos 42 cargos analisados pela Michael Page no Brasil, levando em consideração as projeções para 2013.  E também nos Estados Unidos.

Fonte: Uol