Canal no YouTube lança série que mostrará locais “mal-assombrados” em São Paulo

image_pdfimage_print

sao_paulo_assombrada

Um canal brasileiro no YouTube lançou, no último dia 13, uma série de cinco vídeos que mostrará as histórias dos locais considerados mal-assombrados de São Paulo, misturando fatos por trás de tragédias e com as lendas que rondam esses lugares até os dias de hoje.

O primeiro episódio do #SPAssombrada, do Lenda Urbana, foi sobre o Edifício Joelma. Em fevereiro de 1974 , um incêndio no prédio matou 188 pessoas. Um sobrevivente, Mauro Ligere, e o jornalista aposentado Afanasio Jazadji, que participou da cobertura da tragédia, aparecem no vídeo.

Entre a última sexta-feira 13 e a próxima, que acontecerá em março, o Lenda Urbana irá divulgar videos com duração média de 7 minutos sobre o Castelinho da rua Apa, o Cemitério da Consolação, a Capela dos Aflitos e o Edifício Martinelli.

“Já tinha vontade de fazer essa série desde 2010, quando cheguei a gravar dois capítulos. Porém, como havia dificuldade de entrar nos lugares por causa do tema, eu não levei a ideia adiante”, afirmou, em entrevista a INFO, Daniel Pires, produtor multimídia e cofundador do Lenda Urbana.

SPAssombrada

Em pouco mais de um ano de existência, o canal conseguiu mais de 800 mil visualizações e 16 mil inscritos. Quinzenalmente, a equipe, integrada também por Leandro Botelho e Almir Bonfim Jr, divulga um vídeo de terror com histórias fictícias. Os trailers são publicados no YouTube com uma semana de antecedência.

As chamadas da série foram gravadas na sede do YouTube em São Paulo, com apresentação do personagem Milho Wonka, um dos ícones do terror na internet.

Fonte: INFO