Google pedirá relatórios de transparência a empresas em 2020

Thomas Kurian, CEO da Google Cloud, diz que o Google e suas subsidiárias solicitarão relatórios de empresas em seu boletim de transparência. Em um comunicado, Kurian comenta que “acreditamos que é importante deixar claro desde o início qual é nossa posição: nossos clientes são donos de seus dados e têm direito de controlar o acesso a eles”.

Além disso, ele acrescenta que “seguimos as determinações do governo para divulgar dados de clientes empresariais. Nossa equipe analisa e avalia cada solicitação que recebemos quanto à validade legal e à dimensão apropriada, bem como ao cumprimento dos padrões de direitos humanos internacionais, nossas próprias políticas e leis aplicáveis”.

O Google defende que os pedidos dos governos devem seguir uma ordem, para que ninguém seja prejudicado. Para começar, é necessário abordar as organizações diretamente, principalmente caso haja uma investigação em curso. As empresas já são preparadas para essa situação.

O Google defende também a promoção da transparência, visto que os clientes comerciais devem ter o direito de saber quando os governos buscam a divulgação de suas informações. Por outro lado, o público precisa compreender os motivos e a frequência desse tipo de solicitação governamental.

Assim como os direitos das empresas devem ser respeitados, o mesmo deve ocorrer com os clientes. Ou seja, é preciso seguir processos de forma legal, para dar oportunidade para que as empresas confrontem as solicitações, caso não sigam o padrão. Para o Google, os pedidos de liberação de dados de usuários por parte do governo só deve ser feito caso todos os envolvidos sejam notificados.

Apoiar reformas regulatórias e legais e garantir maior agilidade por parte dos órgãos que fazem a solicitação também fazem parte das pautas do Google acerca da divulgação de informações de terceiros. Isso porque a participação ativa do governo com a população é fundamental para modernizar leis e estabelecer regras.

O Google comenta, ainda, que, “a partir do próximo ano, começaremos a publicar em nosso relatório de transparência semestral o número de solicitações governamentais que recebemos para a plataforma Google Cloud e os dados de clientes comerciais do G Suite“.

Via: FayerWayer

You may also like...