Marvel descobre “the hard way” que ou fica com a “lacração”, ou com o lucro!

Por Rodrigo Constantino

Mocinho e vilão bem definidos? Mocinho homem, branco e heterossexual? Patriotismo enaltecido? Capitão América como um grande ícone da coragem alimentada por esse patriotismo? Coisas do passado, de um tempo remoto, maniqueísta demais. Ou do futuro. A Marvel, em crise existencial apesar da fortuna produzida pelos filmes, tem cambaleado há anos entre manter essa receita de sucesso ou testar “novidades”, mais de acordo com a era do “progressismo” politicamente correto.

Foi a… Leia mais →


You may also like...