Acorda, Projaquistão!

Por Rodrigo Constantino

Vi as cenas de violência espalhadas pelo Rio durante o carnaval com um misto de alívio, tristeza e revolta. O alívio vem, claro, do fato de eu estar longe disso tudo. A tristeza é porque se trata da minha cidade, e por eu pensar no que ela poderia ser, mas não é, apesar de tanta beleza natural. A revolta é por saber que tanta desgraça não caiu do céu, não veio do além, mas foi autoinfligida, produzida ao longo de décadas pelos próprios cariocas.

Um supermercado foi invad… Leia mais →


You may also like...