Fluxo de caixa livre: o que é e como calcular

Ter habilidades e conhecimentos sobre gestão financeira é imprescindível para todo empreendedor que almeja conquistar o sucesso. O fluxo de caixa livre, por exemplo, é um dos conceitos mais importantes no dia a dia de uma empresa.

Apesar de sua relevância, muitos não sabem como diferenciá-lo do fluxo de caixa e possuem diversas dúvidas sobre o assunto. Por isso, preparamos este conteúdo para contribuir com a saúde financeira de seu negócio.

Quer aprender mais? Continue com a leitura!

O que é fluxo de caixa livre?

Como você sabe, o fluxo de caixa representa as entradas e saídas dos caixas da empresa. Por sua vez, o fluxo de caixa livre representa o saldo que fica livre após a quitação de todas as dívidas e obrigações de um negócio.

Também pode ser entendido como o montante disponível em caixa considerando os investimentos e as necessidades de capital de giro que o negócio possui.

Ressalta-se que é importante manter esse número sempre positivo, uma vez que ter um fluxo de caixa livre negativo a longo prazo significa que o empreendimento não consegue gerar capital suficiente para arcar com seus compromissos financeiros.

Como calcular e encontrar esse valor?

Além de compreender o conceito, é importante saber calcular e definir o seu fluxo de caixa livre. Por isso, fique atento e aprenda a encontrá-lo.

Em um primeiro momento, você deve conhecer seu faturamento e dele subtrair o custo de vendas e as despesas operacionais. Com isso, encontrará o seu lucro operacional, isto é, a diferença entre o lucro bruto e as despesas.

Em seguida deve-se adicionar a depreciação e outros ajustes de despesas. O valor obtido recebe o nome de EBITDA (earnings before interest, taxes, depreciation and amortization), que significa lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização.

Com esse valor em mãos, basta subtrair os impostos em relação ao lucro e os investimentos (permanentes e circulantes). O número alcançado será o seu fluxo de caixa livre.

Como analisar esses dados?

Como a definição do fluxo de caixa livre o empreendedor consegue identificar o valor disponível após quitar todas as despesas, por isso realizar uma análise adequada desse indicador é muito importante.

Em resumo, esse estudo lhe mostrará se houve entrada ou saída de dinheiro dos caixas da empresa e indicará a sua real situação financeira. Com essa informação, é possível definir com segurança o valor que pode ser repassado ao empreendedor e aos fornecedores e até mesmo planejar um investimento.

Assim sendo, procure realizar um diagnóstico detalhado e levar em consideração períodos passados para ter uma visão mais ampla do negócio e definir se os resultados negativos se repetem com frequência.

Conseguiu compreender melhor o fluxo de caixa livre? Conforme demonstrado, essa é uma análise muito importante para uma empresa que pretende crescer e se solidificar no mercado e, por isso, deve fazer parte da carteira de conhecimentos de seu empreendedor e gestores. Afinal, com esses dados em mãos, você assegurará a saúde financeira de seu negócio e encontrará o cenário ideal para se desenvolver.

Quer começar agora mesmo a gerir melhor suas finanças? Aprenda o passo a passo para organizar o seu fluxo de caixa!

The post Fluxo de caixa livre: o que é e como calcular appeared first on Saia do Lugar.


You may also like...