Freixo comete ato falho ridículo e acaba dando argumento para quem denunciou pedofilia no MAM

A elite de ricaços de extrema esquerda do Leblon anda meio desesperada ultimamente. Essa turma ligada a gente como Marcelo Freixo, que adora a riqueza obtida com o socialismo enquanto tem nojo da população humilde. Odeiam gente como a Dona Regina.

Pois não é que esses artistas milionários foram convocar o próprio Freixo a fazer uma narrativa de ataque àqueles que criticam o ato de forçar crianças a tocarem os corpos de homens nus em exposições?

A argumentação de Freixo é uma das coisas mais grotescas que há. Mas o momento mais cômico é um no qual ele diz que não houve pedofilia pois “era arte”, além do fato de que a maior parte dos casos de pedofilia surgem a partir de alguém da família.

Este é o baita tiro no pé de Freixo, pois foi a mãe da criança que a forçou a tocar em homem nu sob pretexto de “arte”. Quer dizer: a mãe da garota está nas estatísticas do Freixo.

Este é o famoso caso em que Freixo apareceu para ajudar e só acabou atrapalhando seus amigos, chegando a ser cômico:

O debate sobre o que aconteceu no MAM está aberto. É pedofilia? É erotização de crianças? Ou mistura de ambos? O fato é que os defensores da tese de que aconteceu pedofilia saíram fortalecidos com o vídeo patético de Freixo.

Eita, Freixo. É isso que dá postar vídeo na pressa e com afobação. Melhor tomar Maracujina antes da próxima vez.

You may also like...