Mais uma profecia do áudio de Jucá se realiza e Aécio mostra preocupação com parte em que é citado

Em maio de 2016, meses antes da presidente Dilma Rousseff sofrer impeachment, o senador Romero Jucá conversou com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que divulgou o áudio.

Durante o lendário colóquio, Jucá e Machado fazem uma série de profecias que pareciam distantes da realidade. A queda de Dilma, Michel Temer na presidência, Eduardo Cunha fora do jogo e a presença de aliado no Supremo. Com a nomeação do ex-PSDB Alexandre de Moraes, os poderes mediúnicos da conversa se mostram 100% reais. Mas, até agora, não se sabe se uma das frases mais famosas se realizou: “O primeiro a ser comido vai ser o Aécio”.

“Parece que a ficha dele caiu hoje de tarde”, disse um assessor. “Ele ficou meio caladão, começou a andar pelo plenário encostado na parede.”

Quando perguntado sobre o áudio, Aécio desconversou. “Não vou falar nada. Sou mineiro. De acordo com o ditado, em Minas a gente costuma fazer tudo que tem a ver com comida bem quietinho”, disse.

A sangria da Lava Jato não quis se pronunciar mas pessoas próximas dizem que ela não está pingando como antes. “Só dá para ver umas gotinhas”, disse um assessor.

You may also like...